O EGO É INCAPAZ DE VER BENEFÍCIO NO SOFRIMENTO

Não, não importa o quanto fomos vítimas, nem o tamanho do mal que nos fizeram. Precisamos aprender a desenvolver discernimento para não mais nos prendermos à vitimização.

923Dia chegará que teremos sabedoria para agradecer aos que serviram de instrumentos à nossa dor, porque graças a estas pessoas é que temos oportunidade de enfrentar as provas que vão aperfeiçoar, em nós, as virtudes; virtudes estas cuja falta nos mantém presos a uma gleba de expiação e prova, que tem no sofrimento a principal alavanca de progresso moral.

A felicidade não está nos excessos do conforto, do prazer biológico, ou das pueris satisfações da vaidade; a contragosto do egoísmo, sempre ávido por sensações, a felicidade começa no perdão, cresce na compaixão, caminha na humildade e floresce na caridade aliada à oração.

Aí residem as nuanças sutis de verdadeira felicidade que, neste mundo, são o antegozo das alegrias indizíveis do porvir.

Pensemos nisso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s