O QUE É UM MAU PENSAMENTO?

Como identificar um mau pensamento? Simples! Basta indagar a si mesmo se este pensamento tem por resultado a exaltação da sua personalidade, seja por via do prazer biológico ou pelos status de ego vaidoso; se este resultado superexcitar o sentimento de personalidade em você, ele não é bom para você, porque tudo o que exalta a personalidade destrói, ou pelo menos enfraquece, os elementos da verdadeira caridade, que são: a benevolência, a indulgência, a abnegação, o perdão e a renúncia.

porta-da-salvacao-4f5fdQualquer intenção cujo fim repousa na saciação dos apetites dos sentidos tem seu princípio no egoísmo e no orgulho e, consequentemente, altera a potência do sentimento de caridade em nós.

O amor ao próximo deve ser levado até ao amor dos inimigos; mas, como desenvolver estes conceitos na vida prática se procuramos nos entreter e nos embriagar nos prazeres efêmeros, nublando – o tempo todo – o objetivo pelo qual neste mundo estamos?! Não raro, é pelos vícios dos sentidos que sofremos; muitas vezes, só o sofrimento nos traz de volta à busca pelo Pai.

A busca pela felicidade é a busca do ignorante, porque a felicidade não é um fim em si mesma; a felicidade é um efeito colateral do bem que realizamos nas relações de convivência; buscar a felicidade no prazer biológico é garantia infalível de frustrar-se ainda a médio prazo.

Aquele que nem sequer concebe o mau pensamento, já realizou o progresso; aquele que ainda tem esse pensamento, mas o repele, está em vias de realizá-lo; aquele que tem esse pensamento e nele se compraz, ainda está sob toda a força do mal.

Se não procuramos conhecer a nós mesmos, certamente não identificamos nem combatemos as más tendências que temos, e nos enquadramos no perfil deste último, que está sob toda a força do mal, que nele se compraz por gosto, por prazer. A porta estreita está na resistência aos arrastamentos dos sentidos, da euforia das sensações.

Ora, se o mal fosse amargo, ninguém o escolheria; o mal precisa ser apetitoso e tentador para o desejarmos. Não nos enganemos, pois se fôssemos todos bons como pensamos que já somos, Jesus não teria dito que são muitos os chamados e poucos os escolhidos.

A porta estreita… pensemos nisso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s