“PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS…”

“…perdoai as nossas ofensas na medida em que perdoamos a quem nos têm ofendido”.

Palavras proferidas por ele, o justo por excelência, que foi assassinado orando pelo bem dos que o matavam. Nos dizemos cristãos, verdadeiros seguidores do Cristo; mas basta-nos uma pequena contrariedade, geralmente mesquinha e, infinitamente menor que o “preço” de nossas vidas, para demonstrarmos que não compreendemos Jesus, dada a total ausência do esforço que deveríamos realizar para manter a benevolência para com aqueles que nos maltratam, nos maldizem, nos desprezam.

434Bondade não é ser bondoso com aqueles que amamos; isto o maldoso também faz. Bondade é manter-se firme no esforço do bem, principalmente, com aqueles que não são bondosos conosco.

“Fazei esforços por entrar pela porta estreita.”

Não podemos dizer que somos bons se o mal dos outros nos torna maus; lembremo-nos que a humildade dos que sofrem é fundamental na renovação dos que fazem sofrer.

O sentimento de benevolência, de perdão, de compaixão e caridade do agredido pelo agressor, confunde todo aquele que, pelo mal que faz, espera apenas o revide por resposta; e é isso que, primeiro o confunde, depois o envergonha, e, mais tarde, o transforma.

Coragem, irmãos! É preciso muito mais coragem para vencer o orgulho ferido do que para vencer os outros; e, numa sociedade cujos “valores” estão todos fundamentados no amor-próprio – o egoísmo – é imperioso que desenvolvamos estes conceitos, primeiro em nós mesmos, para que, então, as outras pessoas possam acreditar que eles existem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s