O HOMEM VERDADEIRAMENTE LIVRE

404O que difere o ser humano dos outros animais é a sua capacidade de pensar para decidir sobre a vida, sobretudo, quando a razão aponta na contramão do impulso desejante.

O ser pensante só é verdadeiramente livre quando, independentemente do que deseja, sua ação não é determinada pelo desejo, mas sim pela reflexão em análise das consequências que esta ação produziria.

Aquele cuja inteligência não se desenvolveu a ponto de fazê-lo resistir às suas inclinações e instintos inferiores não é livre, mas apenas escravo das próprias fraquezas.

A constante vigilância sobre si mesmo é o que torna o ser humano verdadeiramente livre; refletindo e agindo apenas pelos critérios da razão, o ser se torna verdadeiramente humano, pois a capacidade racional é o que distingue – fundamentalmente – o ser humano dos demais animais.

Pensemos nisso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s