DO CULTIVO DA PRECE NO AMBIENTE DOMÉSTICO À INVIGILÂNCIA DAS VIAS PÚBLICAS

Eu, André Luiz, aprendiz da Colônia espiritual “Nosso Lar”, e Alexandre, meu instrutor, estávamos em curso de observação duma reunião mediúnica de encarnados dedicados ao espiritismo. Findo o encontro, notando que os nossos amigos encarnados se dispunham a sair, Alexandre convidou-me a acompanhá-lo pela via pública.

missionarios da luzNotava, agora, a diferenciação do ambiente. Para nós, desencarnados, a atmosfera interior impregnava-se de elementos balsâmicos, regeneradores. Cá fora, porém, o ar pesava. Acentuara-se-me, sobremaneira, a hipersensibilidade, diante das emanações grosseiras da rua. As lâmpadas elétricas semelhavam-se a globos pequeninos, de luz muito pobre, isolados em sombra espessa.

A prece, a meditação elevada, o pensamento edificante, refundem a atmosfera, purificando-a, e entre as vibrações harmoniosas da paisagem interior, iluminada pela oração, e a via pública, repleta de emanações inferiores, há diferenças singulares. O pensamento elevado santifica a atmosfera em torno e possui propriedades elétricas que o homem comum está longe de imaginar.

A rua, no entanto, é avelhantado repositório de vibrações antagônicas, em meio de sombrios materiais psíquicos e perigosas bactérias de variada procedência, em vista de a maioria dos transeuntes lançar em circulação, incessantemente, não só as colônias imensas de micróbios psíquicos diversos, oriundos dos maus pensamentos de toda ordem.

(Trechos do cap. 5 do livro “Missionários da Luz”, de Francisco Cândido Xavier – pelo Espírito André Luiz)
Arquivo PDF do livro, aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s