OS BANQUEIROS GOVERNAM OS GOVERNOS

O que faz as corporações parecerem maiores que os governos é porque elas são maiores que os governos. Entre as 100 maiores economias da Terra, mais da metade é composta de corporações bancárias privadas, ou seja, a elite global do sistema financeiro.

E é essa elite do sistema bancário que manipula o cenário político mundial, subjugando as nações através da dívida externa. Veja como acontece:

IlluminaDos 203 países do mundo, 198 possuem financiamento junto ao FMI, órgão que representa a elite bancária e empresta o dinheiro às nações. Sufocados pelos juros crescentes da dívida, os países se veem em constante renegociação da mesma, e à medida que mais dependem do FMI, mais abrem concessões às exigências dos banqueiros.

Mas tais exigências são sutis, como por exemplo, facilitar a candidatura de um governador ou presidente que represente os seus interesses, ou encontrar formas de retirar do poder algum político que esteja dificultando seus planos. Então, com muita estratégia e engenhosidade, a elite tem nos presidentes das nações mais importantes os seus subordinados; e é assim que, num engendramento impressionante, os banqueiros governam os governos.

É por isso que passam-se as gerações e não se consegue resolver as necessidades mais triviais dos países em desenvolvimento, como por exemplo, a implantação de um sistema de ensino digno, entre muitas outras necessidades básicas.

A educação desenvolve a inteligência, mas um povo inteligente não é interessante para a elite que os governa, porque a educação intelectual leva à educação moral, que ao desenvolver-se, muda as necessidades do homem, ampliando seus horizontes e capacitando-o a analisar com maior profundidade a própria existência e a vida coletiva.

Quando isso acontece na escala das massas, como foi com a Islândia, a elite se amedronta. Mas não vimos estas notícias, afinal, quem é que controla a mídia?! Por que a mídia “vende” a idéia de que a conspiração global é apenas uma teoria da conspiração?!
Quem financia as vacinas para nos “curar” das doenças que são inventadas?!
Quem pratica a fluoretação da água com o falacioso pretexto de tratar cáries, e nos envenena, há décadas, com um dos elementos químicos mais tóxicos que existe?!
Que sistema é esse que produz alimento geneticamente modificado que causa câncer, e que comemos há anos?!
Os governos e o sistema político?! Não, o buraco é um pouco mais acima, no topo da pirâmide social.

Somos, geralmente, ingênuos demais para esperar que num mundo de prova e expiação, como a Terra é, o sistema industrial, o sistema econômico e o sistema governamental não fossem do jeito que são.

Mas não tome por verdade o que aqui expomos; duvide, inclusive, se isso lhe motivar a pesquisar o assunto com imparcialidade.

O aperfeiçoamento moral é a nossa grande meta existencial, e quando sabemos como funcionam os mecanismos de submissão das massas, encontramos mais força para não cair nas armadilhas do entretenimento midiático e cultural que fustigam as fragilidades e vícios que devemos combater para progredir na senda espiritual.

Pensemos nisso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s