DEUS NÃO É MAMON

98

Os homens, frequentemente, ocupam posições inversas à sua elevação moral. Herodes era rei, e Jesus, carpinteiro.

Não é errado almejar progresso material, mas é desastroso tê-lo como prioridade, pois o verdadeiro progresso é todo moral.

É de se lamentar que haja tanta gente que tem como guia de vida a ambição material apoiada numa fé iludida.

Claro que este cenário da religiosidade na sociedade é compreensível, afinal, é mais fácil justificar uma fraqueza a ter de combatê-la.

Este é o motivo de haver tantas igrejas que se denominam cristãs, mas que propalam a fragilidade do vício material como meta de vida, fazendo-se lotadas da fragilidade dos que as procuram. Os homens se iludem, mas Deus não é iludível. Não se pode servir a dois senhores.

Pensemos nisso.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s